Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos de Sexo » Fetiche » Um casal exibicionista no estacionamento

Um casal exibicionista no estacionamento

Publicado em 02/07/2024 por admin

A noite estava quente e a cidade brilhava com as luzes de neon que iluminavam as ruas, refletindo no asfalto molhado pela recente chuva de verão. Amanda e Lucas eram um casal apaixonado, unidos não apenas pelo amor, mas por um desejo compartilhado por aventuras excitantes e proibidas. Ambos eram exibicionistas e adoravam a ideia de serem observados, especialmente em momentos de intimidade.

Naquela noite, eles decidiram explorar um novo nível de sua fantasia. Amanda estava vestida com um vestido vermelho justo que realçava suas curvas, e Lucas, com uma camisa social aberta no peito e calças jeans, exalava confiança e desejo. Eles dirigiam pela cidade, buscando o local perfeito para realizar suas fantasias.

Finalmente, chegaram a um estacionamento semi-deserto, conhecido entre alguns por ser um ponto de encontro para aqueles com gostos mais ousados. Estacionaram o carro em uma vaga afastada, onde algumas luzes mal iluminavam o ambiente, criando um cenário perfeito para o que eles tinham em mente.

Amanda olhou para Lucas com um sorriso provocante. Seus olhos brilhavam com uma mistura de excitação e desejo. Sem dizer uma palavra, ela começou a deslizar as alças do vestido pelos ombros, revelando lentamente sua pele macia e o sutiã de renda preta que mal conseguia conter seus seios. Lucas observava cada movimento, seu corpo reagindo instantaneamente ao espetáculo que Amanda proporcionava.

Ela se inclinou para frente, capturando os lábios de Lucas em um beijo ardente enquanto suas mãos exploravam o corpo dele. Os suspiros de ambos se misturavam com o som suave da música que tocava no rádio do carro. Lucas deslizou uma mão pelo corpo de Amanda, sentindo cada curva, cada centímetro de pele quente e macia.

Sem aviso, Amanda puxou a saia do vestido para cima, expondo suas pernas longas e a calcinha combinando com o sutiã. Lucas puxou-a para o colo, seus corpos colidindo com uma urgência que denunciava o quanto ambos estavam ansiando por aquele momento. Ela começou a mover os quadris, esfregando-se contra a ereção de Lucas que crescia sob suas calças.

A adrenalina corria por suas veias enquanto percebiam que não estavam mais sozinhos. Alguns carros chegaram e estacionaram ao redor, e os ocupantes observavam com interesse crescente. Amanda e Lucas trocaram olhares cúmplices. Era exatamente isso que eles queriam: ser observados, desejados, enquanto se entregavam à paixão desenfreada.

Lucas deslizou uma mão pelas costas de Amanda, desabotoando seu sutiã e liberando seus seios. Ele abaixou a cabeça, capturando um mamilo entre os lábios, sugando e mordiscando suavemente, enquanto suas mãos exploravam as coxas dela. Amanda jogou a cabeça para trás, gemendo alto, sem se importar com quem pudesse ouvir.

Ela se levantou ligeiramente, permitindo que Lucas desabotoasse suas calças e liberasse sua ereção pulsante. Com um sorriso malicioso, Amanda tirou a calcinha e se posicionou sobre ele, segurando seu membro com uma mão enquanto lentamente descia sobre ele. Ambos soltaram um gemido de prazer quando ele a preencheu completamente.

A movimentação no estacionamento aumentava, os observadores se aproximavam discretamente, alguns com celulares em mãos, outros apenas apreciando o espetáculo ao vivo. Amanda começou a se mover, cavalgando Lucas com movimentos lentos e provocantes, sua respiração pesada e gemidos de prazer ecoando no espaço confinado do carro.

Lucas segurava a cintura de Amanda com força, ajudando-a a manter o ritmo. Seus olhos se encontraram novamente, a conexão entre eles intensa e cheia de desejo. Cada movimento, cada toque, era amplificado pelo conhecimento de que estavam sendo observados. A excitação aumentava, criando uma tensão erótica que permeava o ar.

Aproveitando o momento, Amanda se inclinou para trás, apoiando-se no volante, oferecendo uma visão completa de seu corpo nu em movimento. Lucas deslizou uma mão pelo corpo dela, estimulando seu clitóris com dedos habilidosos enquanto ela continuava a se mover sobre ele. A combinação de sensações a levou à beira do êxtase.

Finalmente, Amanda alcançou o clímax, seu corpo tremendo enquanto ondas de prazer a percorriam. Lucas, sentindo as contrações dela ao redor de seu membro, também não conseguiu se segurar por muito tempo. Com um gemido profundo, ele alcançou o ápice, entregando-se completamente ao momento.

Os dois ficaram imóveis por alguns instantes, recuperando o fôlego e saboreando a sensação de satisfação. Os observadores ao redor aplaudiram discretamente, alguns assobiando em aprovação. Amanda e Lucas trocaram um olhar satisfeito, sabendo que tinham realizado mais uma fantasia juntos.

Sem pressa, eles se vestiram novamente, trocando beijos e carícias suaves enquanto se preparavam para partir. O estacionamento, agora com mais carros do que antes, parecia quase vibrar com a energia deixada pelo ato deles. Amanda e Lucas sabiam que essa noite ficaria marcada em suas memórias como uma das mais excitantes e intensas de suas vidas.

Enquanto o carro se afastava, deixando o estacionamento e seus observadores para trás, eles riram juntos, já imaginando qual seria a próxima aventura que explorariam. O desejo por novas experiências continuava a arder dentro deles, alimentado pelo amor e pela cumplicidade que compartilhavam.

40 views

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 1 + 2 = ?

Contos relacionados

A professora mulata no Gangbang

Meu nome é Marta, tenho 47 anos, sou negra e bem cuidada, o que vocês jovens costumam chamar de "coroa enxuta".  Dou aula de história em uma escola de São Paulo, e desde que me separei do meu...

LER CONTO

Troca de casal entre amigos

Meu nome é Robson tenho 34 anos e moro em Salvador. Sou mulato, 1,80 de altura corpo um pouco atlético afinal pratico alguns esportes. O que quero contar para vocês hoje é sobre minha primeira...

LER CONTO

Amor por travestis

Olá amigos leitos do contos de sexo, tudo bem? Hoje vou contar um pouco sobre o meu fetiche em travestis. Sempre tive tesão por travestis, e uma certa noite a mais ou menos 5 anos atrás, tive a...

LER CONTO

Transei com meu enteado no aniversário de 18 anos

Era um sábado e aqui na nossa família sempre tivemos a tradição de comemorar aniversários com churrasco, cerveja, bolo e  tudo que o Brasileiro adora. E o Lucas, filho do meu atual marido...

LER CONTO

Contos de Sexo - Os Melhores Contos Eróticos do Brasil Estão Aqui

Se você, assim como nós, é um apaixonado por contos eróticos, o nosso site foi feito especialmente para você. Aqui, no Contos de Sexo, nosso foco é trazer os melhores e mais picantes contos e relatos eróticos para você ler e se divertir. Nosso site é feito por pessoas apaixonadas por leitura e que prezam por um texto de boa qualidade para ler e apreciar. Todo conto erótico que você ver aqui no site, é feito por algum de nossos leitores, como você.

Se você curte contos de sexo de diversos gostos e fetiches, saiba que encontrará aqui vários para saciar seu tesão. Nossos contos são separados em categorias, que vão desde fetiches mais comuns como contos eróticos de lésbicas até alguns um pouco mais picantes como contos de incesto. No nosso site não existe preconceito, desde que não infrinja nenhuma lei, o conto que você busca estará aqui.

Caso deseje nos enviar algum conto erótico escrito por você, basta fazer um cadastro rápido no nosso site e depois escrever o conto que quiser e solicitar a aprovação que em breve ele será lançado.

Contos de Sexo

© 2019 - 2024 - Contos de Sexo