Skip to content

Flagrei minha esposa transando com meu vizinho

Conformado chegou em casa mais cedo e flagrou sua esposa dando o cu de quatro.

Meu nome é Adeilton, mas todos me chamam de Ilton, tenho 37 anos e sou casado a 7 anos com minha esposa Simone de 34 anos. Recentemente nos mudamos para São Paulo onde eu iria trabalhar, mas a gente morava no interior do Maranhão, então nem eu e nem ela éramos acostumados com a correria de uma cidade grande.

Quando a gente chegou em SP, resolvemos alugar um apartamento em um condomínio do bairro que a gente morava, por questão de segurança e tal. E foi nesse condomínio que a gente conheceu o Tiago, cara legal de 25 anos que foi bastante receptível com a gente. Mal sabia eu que o desgraçado iria um dia comer minha esposa.

Com a correria do trabalho, passei a acordar 4h da manhã para ir para o trabalho que era relativamente longe, e chegava em casa por volta das 21h da noite. A rotina fazia eu basicamente dormir, acordar, trabalhar e com o tempo foi se desgastando cada vez mais e menos tempo sobrava pra minha esposa.

Nos primeiros meses notei que ela estava ficando infeliz, mas logo ela começou a mudar e parecia não fazer mais diferença. Achei que ela havia entendido que meu trabalho era corrido e nem sempre poderia dar atenção a ela, mas eu estava enganado.

Meu vizinho comeu minha esposa na minha cama

Certo dia comecei a perceber que Simone estava muito feliz, feliz até demais, então comecei a desconfiar um pouco. Tiago fazia pizeiro o tempo inteiro em minha casa, e isso me deixou com uma pulga atrás da orelha. Dizem que só é corno quem é curioso né? Pois bem, naquele dia fui muito curioso.

Pedi a minha patroa pra deixar eu sair mais cedo do trabalho e acabei chegando em casa 3 horas mais cedo do que costumava chegar. Cheguei de fininho e vi um silêncio mortal na sala da casa, mas uns gemidos ecoavam do quarto em minha direção.

Resolvi me aproximar mais, e a porta do quarto estava entreaberta, e pela pouca abertura da porta eu consegui ver minha esposa de quarto na cama sendo enrabada por Tiago. Na hora fiquei sem chão, surpreso e um pouco conformado, afinal, eu não dava assistência em casa né.

Reesolvi terminar de assistir, nada do que eu fizesse ali faria diferença, no máximo eu iria destruir minha vida atoa.

Depois que o Tiago chupou a buceta dela inteira e comeu ela de quatro, vi que ela ficou de joelhos na frente dele e pagou um boquete guloso, pra ser sincero, ela nunca me chupou daquele jeito. Tiago voltou a comer ela em uma posição diferente, colocou ela deitada de lado na cama e comeu ela sem descruzar as pernas dela. Simone gemia feito uma vadia no pau duro do Tiago.

Como se não bastasse ser corno, ela fez uma coisa que nunca tinha feito comigo, SEXO ANAL!

Ficou de quatro de novo e pediu pra Tiago comer o cu dela.

– Vem Tiaguinho, come meu cuzinho.

Eu não sei o que me deixou mais puto, ser corno ou saber que ela deu o cu para ele e não dava pra mim. O cara nem passou vasilina nem nada, cospiu no cu da minha esposa e meteu a piroca na bunda da safada que aguentou tudo.

Depois que ele gozou no cu da minha esposa, os dois foram tomar banho no banheiro do quarto, eu sai e fui para o bar.

Cheguei em casa no horário que costumava chegar, mas dessa vez fiz uma coisa diferente, tentei transar com minha esposa, mas ela disse que estava cansada. O cheiro de sexo ainda estava no meu quarto.

No outro dia contei a ela que tinha visto tudo, dei detalhes, mas resolvi perdoar, afinal fui corno por minha culpa.

Enviado por: Ilton B. Sales

Envie seu conto erótico aqui para o site!