Skip to content

Comi uma mulher casada de Curitiba

Bem meu conto foi tão incrível que achei melhor compartilhar, sou um rapaz com seus 29 anos, 1,88, 92 kg, vivo na academia, sou casado a três anos e unica se quer pensei em trair minha esposa, temos uma relação muito boa, porém, em uma segunda feira de agosto cheguei em casa após o trabalho e minha esposa na estava, liguei para ela e me disse que era aniversário de sua irmã e estava na casa dela, falei para ela que iria tomar um banho e passar ao shopping comprar um presente, pois, achava chato ir até a casa de sua irmã no aniversário dela e não levar nenhuma coisinha. Assim tomei um banho gosto de estar sempre cheiroso para minha esposa, gosto de me arrumar também , e fui ao shopping barigui, muito conhecido aqui. Chegando ao estacionamento peguei o elevador e em seguida vi um casal vindo em direção e segurei a porta, quando chegaram mais perto quase cai de costa com a loira linda do casal, cheirosa, um corpo malhado, com um vestidinho rosa colado no seu corpo que desenhava o fio dental em uma bunda redonda e linda …foi inevitável não reparar, ambos agradeceram por ter segurado o elevador, seu marido um cara elegante que também fazia jus de estar acompanhado de uma mulher linda, dava para ver que ambos eram bem cuidados. Descemos do elevador, deixei eles irem na frente para poder ver o lindo corpo daquela mulher mais uma vez, talvez a última. Quando estou fixado em sua bunda ela olha para traz e da um lindo sorriso para mim. No momento não acreditei que aquele Deusa tinha reparado em mim…por fim, deixei eles de lado não acreditando em nada devido ela estar com o marido e fui atrás do presente para minha cunhada. Andei quase uns 30 minutos no shopping e nada de achar algo do gosto de minha cunhada, quando entre e vi um vestidinho parecido com o qual sempre a vejo usar, pensei é esse mesmo já me livro do presente e vou para festa, quando estou escolhendo a cor nos cabides uma voz suave me diz: comprando presente para esposa?

Veja também:
Visita de trepada
Nora safada

– Não! Hoje é aniversário de minha cunhada.

– Posso ajuda-lo? Tenho bom gosto com vestido.

-Estou vendo que tem este seu é lindo no seu corpo.

– Gostou?

-Adorei, mas cadê seu marido?

– Ta me esperando no carro, te vi vindo para esta loja falei que viria conversar com você, ache você um rapaz elegante, cheiroso e educado, não é todo dia que temos esta sorte!

– Você também é linda seu marido é um cara de muita sorte!

– Pelo visto você gostou de mim, vamos chamar meu marido e tomarmos um chopp, ou quem sabe pegar um cinema?

– Não acha que vai ficar chateado de ver você com outro homem?

– Fica tranquilo somos um casal liberal, e como adorei você pensei em brincarmos um pouco no cinema.

– Sério?

Sério!

– Estou com um pouco de pressa tenho um festa para ir.

– Pelo menos pode me acompanhar até o carro, onde meu marido me espera?

– Claro, desde que na haja confusão.

– Fique tranquilo.

Assim paguei o vestido peguei a sacola com o presente de minha cunhada e fomos para o estacionamento, tinha poucos carros, devido ser segunda feira, fui acompanhando ela e seu rebolado lindo até uma BMW branca, onde ela me apresentou seu marido: ele engenheiro 36 anos herdou a construtora de seus pais, muito conhecida aqui em Curitiba e no país, ela 28 anos dentista muito conhecida também, neste instante ele me disse que eram liberal que desejava que ela transasse com outro homem, mas nunca tinha coragem devido serem pessoas conhecidas e como gostaram muito do meu perfil acharam que valia apena investir e não teriam me convidado para sair se ela não achasse eu uma boa pessoa. Fiquei lisonjeado com os elogios e confessei que achei ela linda demais desde o momento em que a vi, porém , era casado e não trai nunca minha esposa e que também gostaria de muito sigilo. Foi como tivesse dado largada no estacionamento mesmo ela me lascou um beijo, daquele de perder o fôlego, me disse que estava louca para sentir outro homem com ela, fiquei com medo de as câmeras nos vissem no estacionamento, quando seu marido disse que ali era tranquilo que ele sabia que aquele canto as câmeras não pegavam, pois , ele conhecia a engenharia do shopping. Fiquei mais tranquilo e me deixei levar pelo cheiro, corpo e sabor maravilhoso daquela mulher, deitei ela no capô da BMW e comecei levantar seu vestidinho, tirei aquele fio dental que estava ensopado e enfiado dentro de uma bucetinha melada e rosada, chupei, chupei , até sentir seu gozo explodir em minha boca, depois foi a vez dela me encostar na BMW , tirar meu 19 cm para fora e abocanhar, chupava muito, fazia garganta profunda, babava para deixar meu pau bem molhado, quase gozei em sua cara, mas ela falou que era para comer ela primeiro, coloquei ?a encostada no capô onde seu marido sentado no banco da frente podia ver bem ela dando, e ver a cara de sua puta comida. Fui esfregando o pau em sua bucetinha, judiando dela, mas ela em um movimento brusco fez encaixar de uma só vez, seu gemido foi tão alto que fiquei preocupado, mas o tesão era tanto que comecei a socar e nem ligar para nada, pedia para eu chamar ela de puta, no seu ouvido, biscate, cadela, quanto mais eu socava mais ela gemia, quando saiu outro casal vindo para o estacionamento, disfarçamos ela foi falar com seu marido na porta do carro e eu fiquei sentado no capô até o carro sair, acho que viram , mas o tesão era tanto que cheguei por traz dela enquanto beijava seu marido e penetrei novamente, na porta do carro desta vez, enquanto eu socava ela chamava o marido de corno manso e que ela tava realizada e feliz…levantei uma perna dela e ela anuncio o gozo, foi tão forte que ela arranhou seu marido, na sequência eu enchi sua bucetinha depilada de porra

Sai do shopping anestesiado, sem saber direito o que tinha acontecido, fui para festa preocupado co m minha esposa desconfiasse, mas cheguei lá já estavam todos meio cheirando fumaça do churrasco que não teve como perceber.

No dia seguinte meu celular toca, discretamente uma voz me pergunta se eu podia falar, disse que sim, imaginado quem fosse sou eu C….., gostamos tanto de você que meu marido deixou eu fazer um tratamento particular aqui em meu consultório sozinha para você, que acha? Mas que rápido disse que sim….bom hoje faz um ano e dois meses que saio com este casal, as vezes transo com só com ela em seu consultório ou em sua casa, ou as vezes vamos ao motel os três para fazer DP nela, só sei que hoje tenho um casal cúmplice, onde ela é minha amante, linda, gostosissima, e eu um rapaz de sorte que estava no lugar certo na hora certo segurando o elevador certo, devido nosso sigilo ninguém desconfia, nem sonha , fazemos tudo discretamente.

Envie seu conto erótico aqui para o site!